Serra da Bodoquena: a natureza surpreendente continua linda e precisa ser preservada sempre

Que a região de Bonito (Serra da Bodoquena) é um lugar lindo e surpreendente, todos nós sabemos. E que ela vem enfrentando desafios ambientais, também. Como todo destino de natureza, que oferece o ecoturismo como atrativo, o meio ambiente precisa ser preservado por todos e a educação ambiental se faz cada vez mais importante.

 

Na região existem mais de 40 atrativos prontos para surpreender todos os turistas com flutuações em águas incrivelmente cristalinas, cavernas encantadoras, dolinas cheias de pássaros, esportes de aventura e banhos de cachoeira revigorantes. Se um atrativo não pode operar por questões de segurança e visibilidade, como ocorre em qualquer chuva intensa, existem outras opções em perfeitas condições para que o turista possa desfrutar de um passeio tão incrível quanto o outro.

 

Apesar da natureza frágil e delicada, a Serra da Bodoquena se renova a cada dia. Em períodos de chuva intensa, como vem ocorrendo em várias partes do país, há turvamento da água em alguns rios. E para que isso não ocorra além do que a própria natureza se incumbe, há providências sendo tomadas pelos poderes público e privado com olhos atentos da sociedade, todos unidos pela preservação desse paraíso que não é só de Mato Grosso do Sul e sim da humanidade.

 

Inovação e sustentabilidade são investimentos constantes da região turística, além de boas práticas no atendimento ao turista e no relacionamento com a comunidade. Bonito foi eleito por 14 vezes o melhor destino de ecoturismo do Brasil pelos leitores da revista Viagem e Turismo, uma das principais publicações de turismo do país. O destino também ganhou o prêmio de turismo responsável, o World Responsible Tourism Awards, em 2013. Isso é resultado de muito trabalho e comprometimento.

 

Faça chuva ou faça sol, Bonito está de portas abertas em todas as estações do ano. A atividade turística na região continua diariamente, sempre respeitando os limites ambientais como manejo de impacto de visitação e capacidade de carga, a base que consagrou este paraíso que é o melhor destino de ecoturismo do Brasil. Isto é Mato Grosso do Sul.