CVC: Maceió é o destino a ser mais procurado por turistas passado o período da pandemia

00Maceió é o destino brasileiro mais procurado por turistas pós-pandemia. É o que aponta um levantamento realizado pela CVC, maior operadora de viagens da América Latina, e divulgado no dia deste mês, em uma reunião online que contou com a participação da Prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer (Semtel), governo estadual e mais de 100 representantes do trade turístico alagoano. O encontro discutiu as perspectivas do cenário atual e o planejamento das atividades turísticas para a retomada gradativa do setor, que pode ter início no segundo semestre, com um possível aumento das operações aéreas.

 

Segundo as informações repassadas pelo diretor executivo de Produtos Nacionais da CVC, Claiton Armelin, a capital alagoana ocupa o primeiro lugar no ranking de buscas entre os destinos do Nordeste, região que lidera a preferência dos turistas junto à CVC, seja no site ou no atendimento direto com os vendedores. “Estamos com 250 lojas físicas em funcionamento, a maioria no Sul, e mais de mil em trabalho remoto. Nossos funcionários estão focados nas remarcações, em entender a demanda e o novo perfil do consumidor, de forma calma e assertiva. Mesmo neste cenário, Maceió desponta na procura por orçamentos, a maioria para outubro e novembro, período em que as companhias aéreas acenam para uma retomada de 25% dos voos”, destacou.

 

A procura por Maceió não é à toa. Pesquisas recentes, como a do TRVL Lab, do portal especializado em turismo Panrotas, apontam que os viajantes procuram por destinos de sol e mar quando a crise passar – com experiências ao ar livre e de contato com a natureza, características da capital alagoana. Para que a retomada do turismo seja possível, no entanto, é preciso restabelecer a confiança do turista em viajar, a partir de um direcionamento das autoridades de saúde quanto ao tratamento da covid-19 e realizar adequações nas atividades turísticas ofertadas pelo destino à nova realidade imposta pela pandemia.

 

De acordo com o titular da Semtel, Jair Galvão, a Prefeitura de Maceió já iniciou a discussão de um protocolo para as adaptações relacionadas ao acesso a atrativos e pontos turísticos, à hotelaria, aos receptivos, bares e restaurantes e outros serviços turísticos. “Essas medidas serão construídas junto ao trade turístico e ao governo estadual, para que juntos consigamos oferecer maior segurança aos visitantes que chegarão a Maceió depois que a crise passar. É o momento de observar outros destinos turísticos que já começam a flexibilizar o isolamento social, adaptar ideias à realidade dos produtos de Maceió, estudar e planejar as adequações para entender e atender essa demanda com excelência quando a situação apontar para um retorno possível”, pontuou o secretário.

 

As perspectivas do setor apontam que o turismo deve começar a se restabelecer por meio do turismo regional, com deslocamentos terrestres e voos de curta duração. O turismo de lazer será o principal motivo das viagens, já que o de negócios e eventos encontrará mais facilidade de adaptação frente às tecnologias online.

 

 

Fonte: Prefeitura de Maceió