PARQUE DO UTINGA – PA

Explore e desfrute desse recanto verde

O Parque é uma unidade de conservação que está localizada entre as cidades de Belém e Ananindeua – um verdadeiro refúgio da natureza em área urbana. Com mais de mil hectares, o local foi criado para proteger mananciais e preservar a fauna e flora da região, além de oferecer diversas atividades de lazer e recreação à população. É possível fazer trilhas guiadas, passear de bicicleta, skate e patins ou simplesmente relaxar.

 

FONTE: GOVERNO PA

COMUNIDADES ÍNDIGENAS – PA

O Polo Xingu abriga as maiores reservas indígenas do Pará, onde vivem conforme os preceitos de cada etnia. Esses povos tradicionais possuem um rico e diversificado patrimônio cultural, representado pela dança, música, alimentação, oralidade, rituais religiosos, pintura corporal e no artesanato feito em cerâmica, fibras, sementes, madeira e arte plumária.

 

FONTE: GOVERO PA

CENTRO HISTÓRICO DE BELÉM – PA

Nossa história começa aqui

O Centro Histórico de Belém é uma grande referência do patrimônio cultural paraense. Concentrado no bairro da Cidade Velha, onde estão situados os principais pontos turísticos como casarões antigos, igrejas, museus, palacetes entre outros.

 

Passear pelas ruas estreitas dos bairros da Cidade Velha e Campina é conhecer um pouco mais sobre a história e arquitetura de Belém. Casarões, praças, igrejas, museus e palacetes guardam a memória dos primeiros habitantes que povoaram a cidade. Atualmente o centro histórico é palco de apresentações artísticas e possui uma intensa movimentação nos bares e restaurantes.

 

CATEDRAL METROPOLITANA DE BELÉM (SÉ) 

 

Guardiã da história e da fé

É da Catedral da Sé que sai, todo ano em outubro, o Círio de Nazaré. Apesar de seu projeto original ter vindo de Portugal, a Catedral passou por intervenções do arquiteto Antônio Landi e do artista Domênico de Angelis.

 

FORTE DO PRESÉPIO 

 

Onde tudo começou

O Forte de Presépio construído no séc. XVII, em frente à Baia do Guajará, tinha o objetivo de proteger as terras portuguesas de invasores. Está situado no Centro Histórico de Belém e, atualmente, abriga o Museu do Encontro, onde estão expostos os vestígios das civilizações indígenas.

 

FONTE: GOVERNO PA

 

FOLIA DO BOI DE MÁSCARA – PA

A folia contagiante do Boi de Máscara

Diferente de todas as manifestações folclóricas do Pará, o boi de máscaras é a síntese da criatividade e da alegria do povo. Essa folia acontece durante a quadra junina e no Carnaval, onde diversos grupos formados por frenéticos cabeçudos, palhaços com adereços coloridos e máscaras pontiagudas, além dos vaqueiros e do incrível boi com 2 tripas, percorrem as ruas da cidade numa contagiante brincadeira ao som da barulhenta bandinha.

 

FONTE: GOVERNO PA