Maceió recebe terceiro cruzeiro da temporada 2019/2020 com visitantes vindos das Bahamas

O cruzeiro Holland America Hamburg, proveniente das Bahamas, atracou, na manhã des ontem (9), no Porto de Maceió, em Jaraguá. O terceiro cruzeiro da temporada 2019/2020, trouxe à capital alagoana 410 visitantes, sendo 241 cruzeiristas e 169 tripulantes. Além do Hamburg, já atracaram no porto da cidade este ano os navios MSC Musica e Costa Pacifica – este último deve retornar a Maceió em março.

 

No Porto de Maceió, os visitantes, a maioria da Alemanha, foram recepcionados por uma equipe da Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer (Semtel), com informações turísticas no Centro de Atendimento ao Turista Móvel (CAT), apresentações culturais, exposição de artesanato e produtos regionais.

 

O próximo navio a atracar em Maceió é o MSC Poesia, que deve trazer à capital mais de 3 mil passageiros. A embarcação, de origem panamenha, chega nesta terça-feira (10), às 8h, e permanece até às 16h. Em 2020, atracam no Porto de Maceió os navios Amadea, Costa Pacifica, MSC Poesia e Costa Fascinosa.

 

CAT Móvel recepciona os visitantes com informações turísticas sobre os atrativos da capital. Foto: Ascom Semtel

 

De acordo com o gestor da Semtel, Jair Galvão, os cruzeiros marítimos são estratégicos para o destino em vários aspectos. “Com os cruzeiros, milhares de visitantes podem conhecer os nossos atrativos naturais, nossa gastronomia e cultura local, a partir de experiências que podem despertar a vontade de voltar ao destino em outra oportunidade. Além disso, a temporada de cruzeiros também nos dão a oportunidade de divulgar Maceió no âmbito nacional e internacional, movimentando a economia municipal, gerando emprego e renda para a população maceioense”,  avalia o secretário.

 

A temporada de cruzeiros conta com o apoio da administração do Porto de Maceió, empresa Irmãos Britto, Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), Superintendência Municipal de Iluminação Pública (Sima), Luck Receptivo, JR Turismo, Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros por Fretamento e Turismo de Alagoas (Sinfetur), Sindicato dos Taxistas do Estado de Alagoas, Sindicato dos Guias de Turismo do Estado de Alagoas (Singtur), Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), Sedetur, Polícia Militar, Oplit, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, Exército Brasileiro e Procon Maceió.

 

Fonte: Prefeitura de Maceió

Maceió, Capital de Alagoas, começa a receber turistas em voos fretados de vários estados

Os primeiros voos fretados programados para Maceió ao longo da alta temporada começaram a chegar à capital alagoana no sábado (07). A CVC foi a primeira a dar início às operações, com um voo partindo de Londrina (PR), que abriu a lista de um total de 12 fretamentos para o período. Já a Azul Viagens traz cinco voos extras para a alta temporada, que começam a operar a partir do dia 20 deste mês, além de um novo voo diário regular saindo de Guarulhos (SP).

 

Apontado como um dos destinos mais visitados do País durante a alta temporada, Maceió deverá receber um incremento importante nos indicadores, tendo em vista o aumento do fluxo de visitantes previsto para desembarcar na cidade a partir desses voos extras. Somente os voos da Azul Viagens somam mais de cinco mil assentos até fevereiro de 2020. Já os fretamentos da CVC registram, além dos 12 voos fretados, um total de mais de 90 mil assentos disponibilizados para a alta temporada na capital alagoana.

 

Maceió se prepara para receber turistas de várias regiões do país. Foto: Wesley Menegari

 

Os voos fretados pela CVC partem das cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), Belo Horizonte (MG), Uberlândia (MG), Rio de Janeiro (RJ), Porto Alegre (RS), Londrina (PR), Goiânia (GO) e Brasília (DF). Já as operações da Azul Viagens são procedentes de destinos como Belo Horizonte (MG), Uberlândia (MG), Ribeirão Preto (SP), Campinas (SP) e Goiânia (GO).

 

De acordo com o titular da Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer, Jair Galvão, o aumento das operações aéreas para Maceió é resultado direto de um trabalho contínuo realizado em conjunto entre a Prefeitura de Maceió, o trade turístico, operadoras e companhias aéreas, além de outros órgãos e entidades da administração pública e privada.

 

Secretário Jair Galvão participa de roadshow de promoção do Destino Maceió. Foto: Ascom Semtel

 

“Os voos extras para a alta temporada são resultado de amplo trabalho promocional realizado ao longo do ano pela Prefeitura de Maceió, junto com o trade turístico e parceiros comerciais importantes, em mercados estratégicos para a capital alagoana. São campanhas de divulgação dos atrativos e novidades do destino e capacitações de agentes de viagem em eventos realizados com a Azul Viagens e os master franqueados da CVC, que serviram para consolidar Maceió como um dos destinos mais procurados para a alta temporada de verão. Estamos preparados para receber os turistas e engajados em atrair ainda mais visitantes para conhecer as experiências que o destino Maceió tem a oferecer”, avaliou o gestor.

 

Campanhas promocionais

 

A Caravana Azul rodou por 12 cidades, a exemplo de Belo Horizonte (MG), Ribeirão Preto (SP), Sorocaba (SP), Curitiba (PR) e Porto Alegre (RS), capacitou mais de mil agentes, promoveu rodada de negócios com a hotelaria e mobilizou centenas agências de viagens. Já as ações realizadas em parceria com os master franqueados da CVC aconteceram em nove cidades tidas como importantes mercados emissores de turistas para Maceió e contaram com capacitações e rodadas de negócios com participação de mais de 20 hotéis alagoanos. As cidades e contempladas pela ação foram Londrina (PR), Goiânia (GO), Cuiabá (MT), Brasília (DF), Belo Horizonte (MG) e Campinas (SP), Uberlândia (MG), Porto Alegre (RS) e Campo Bom (RS).

 

Ação com a CVC capacitou agentes de viagens em diversas cidades ao longo do ano. Foto: Bárbara Pacheco/Ascom Semtel

 

O que são voos fretados?

 

Os voos fretados são realizados geralmente por uma operadora de turismo e as passagens costumam ser vendidas pelas operadoras e agências de viagem, na forma de pacotes que incluem transporte aéreo, hospedagem e seguro viagem. Esse tipo de voo normalmente é oferecido para os destinos com grande procura e acontecem de forma mais intensa na alta temporada. Os passageiros que adquirem estes pacotes viajam em voos exclusivamente destinados ao transporte do grupo que adquiriu o serviços da operadora.

 

Voo direto para Lisboa garante conexão com mercado europeu

 

Um dos destaques no incremento na malha aérea de Maceió é o anúncio da operação que deve incluir o destino na rota do turismo europeu. A capital alagoana ganhou um voo regular direto para Lisboa, capital de Portugal. O voo internacional da companhia aérea Tap Air Portugal vai operar três vezes por semana (às quartas, sextas e domingos) a partir de junho de 2020. As passagens já começaram a ser vendidas pela empresa desde o final do mês de novembro e a ocasião é uma importante oportunidade de ampliar o trabalho de aproximação e promoção com o mercado europeu.

 

Fonte:

Gramado: circuito de cicloturismo na Rota Romântica está em fase de finalização

Representantes dos 14 municípios que fazem parte do roteiro da Rota Romântica, estiveram reunidos na quarta-feira (4) para celebrar as conquistas do ano, durante um jantar de confraternização.

 

Um dos temas abordados no encontro foi o circuito de cicloturismo. O presidente da Associação dos Municípios da Rota Romântica, Cláudio José Weber, afirmou que 80% da sinalização nos municípios está finalizada.

 

Weber também destacou que a entidade segue apoiando os cervejeiros e municípios na concepção da entidade que fará a gestão da Região Cervejeira. Assim como destacou como positivo o Vale Germânico, região recém-criada pelo Ministério do Turismo e que engloba algumas cidades da Rota Romântica.

 

Prospectando 2020, também foi anunciado a viagem técnica para a Serra da Estrela de Portugal.

 

Presença

 

A Prefeitura de Gramado esteve presente no evento representada pela Secretaria de Turismo.

 

“A Rota Romântica há quase 30 anos vem fazendo um ótimo trabalho nos 14 municípios integrantes, e comemoramos o sucesso e as belezas dessa Rota tão significativa para o turismo. Este ano, em especial estamos concluindo um projeto fantástico, o Circuito de Cicloturismo da Rota Romântica, do qual Gramado faz parte junto aos demais 13 municípios e em breve será anunciado seu lançamento”, disse Bárbara Konrath, turismóloga da Prefeitura.

 

Fonte: Prefeitura de Gramado

Mais da metade das agências de viagens preveem aumento na demanda no semestre

As agências de viagem estão otimistas em relação ao crescimento do setor para os próximos seis meses. Uma pesquisa do Ministério do Turismo, realizada com 1.917 agências de todo Brasil, em setembro de 2019, mostrou que 50,6% dos empresários confirmaram a pretensão de estabilidade no número de empregados, ou seja, metade dos empreendedores ouvidos pelo levantamento não tem previsão de diminuir o quadro de funcionários até março de 2020.

 

A Sondagem Empresarial também identificou que 52,4% dos entrevistados preveem aumento na demanda de serviços ofertados pelas agências e 51,5% dos empreendedores indicaram cenários positivos quanto ao faturamento da empresa.

 

O levantamento também comparou os dados relacionados à geração de emprego, demandas por serviços ofertados e faturamento das empresas registrados entre os meses de junho e julho de 2018 e o mesmo período deste ano. Em 2019, mais da metade dos empreendedores (51,9%) ouvidos pela pesquisa afirmaram que houve estabilidade no número de trabalhadores.

 

O relatório aponta ainda que os empresários do setor registraram aumento de 31,4% na demanda de serviços ofertados por suas agências. Se somado ao percentual dos que afirmaram que houve estabilidade nesta categoria (29,2%), a porcentagem positiva chega a 60,6%.

 

Em relação ao faturamento das agências, os empresários que responderam à Sondagem afirmaram que houve alta de 29%. Outros, representados pelo percentual de 26,4%, identificaram estabilidade no faturamento. Somadas as porcentagens (55,4%), o panorama se manteve estável.

 

Viajantes

 

A pesquisa também traçou um perfil dos turistas que escolhem viajar por agências. De acordo com a Sondagem Empresarial, a maioria dos clientes (45,9%) busca destinos de sol e praia, seguido das viagens culturais que envolvem visitas a museus e Patrimônios Históricos (15,5%). Destinos com foco na Natureza e Ecoturismo (10,6%) e Negócios (10,4%) estão em terceiro e quaro lugares, respectivamente, com uma diferença muito pequena no percentual: apenas 0,2%.

 

Ainda em relação ao perfil dos viajantes, o levantamento apontou que a maior parte dos clientes das agências de turismo (43,4%) são casais com filho (s). Em seguida, representados por 23,2%, estão aqueles que viajaram com algum outro parente ou com amigos. Em terceiro (21,6%) e quarto (11,8%) lugares estão casais e aqueles que preferem viajar sozinhos.

 

Pesquisa

 

A Sondagem Empresarial do Setor Hoteleiro no Brasil é realizada pela Diretoria de Estudos Econômicos e Pesquisas do Ministério do Turismo. São consultados empreendimentos de hospedagem de todos os portes, entre os quais hotéis, pousadas, resorts e acampamentos turísticos. O objetivo é apurar as perspectivas dos empresários quanto ao desempenho de seus estabelecimentos e dos destinos onde estão inseridos.

 

Fonte: MTur

Governo federal assina acordo com Argentina para aumentar número de voos entre os países

Mais voos entre Brasil e Argentina. A conquista é resultado de acordo assinado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, e pelo presidente da Argentina, Mauricio Macri, nesta quarta-feira (04.10), durante a Cúpula do Mercosul, que acontece em Bento Gonçalves (RS). A partir de agora, o número de frequências entre os dois países passará de 133 para 170 por semana e não haverá mais limite para voos de transporte de carga. A decisão tem efeito imediato e não precisa de aprovação do Congresso Nacional.

 

Em outubro deste ano, durante missão oficial em Buenos Aires, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, se reuniu com o ministro do Turismo da Argentina, Gustavo Santos, para debater parcerias no intuito de aumentar o fluxo de turistas entre os dois países, desenvolver a conectividade e integrar destinos turísticos. Um dos principais assuntos discutidos foi a revisão das frequências de voos no acordo bilateral de serviços aéreos entre os países.

 

A reunião também contou com a presença de representantes da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e da Secretaria de Aviação Civil (SAC), ligada ao Ministério da Infraestrutura. Outros temas foram tratados durante o encontro, como o reconhecimento mútuo de vistos chineses no âmbito do Mercosul, a desregulamentação e maior agilidade do fluxo de turistas nas fronteiras e o aumento da frota de navios para cruzeiros marítimos.

 

Principal emissor de turistas estrangeiros ao Brasil, a Argentina, segundo o ministro Marcelo Álvaro Antônio, sempre foi uma grande parceira do Brasil para alavancar o turismo, com geração de emprego e renda para ambas as nações. “Esse acordo, assinado por nosso presidente Jair Bolsonaro, é de extrema importância para o crescimento ainda maior do fluxo de turistas entre os países vizinhos e o fortalecimento de uma parceria profícua com a Argentina”, disse. “Isso traz ao cidadão mais oferta de voos, mais competividade, mais destinos atendidos, mais dinheiro na economia e mais empregos”, afirmou o ministro.

 

Álvaro Antônio reforça ainda que a medida vai ao encontro de uma série de resultados que vem sendo alcançados pelo governo federal com a abertura de mercado e atração de investimentos ao Brasil. “Nosso principal objetivo é trazer ainda mais turistas argentinos ao nosso país, fortalecendo a nossa economia e consolidando todo o potencial do turismo brasileiro em realidade”, complementou o titular da Pasta. Em 2018, 2,4 milhões de argentinos vieram para o país, o que representou 37,7% do total de visitantes estrangeiros.

 

Céus abertos

 

A reinvindicação para revisar a política de serviços aéreos entre Brasil e Argentina é antiga. O acordo foi assinado em 1948 e, desde então, têm se buscado ajustes, especialmente na quantidade de frequências que as empresas de cada país podem utilizar e os direitos de tráfego na operação.

 

O Memorando de Entendimento mais recente foi assinado em 2006 e contém os limites que eram aplicados até hoje. Antes do aumento, todas as frequências estavam sendo ocupadas pelas companhias aéreas brasileiras e a demanda por mais voos seguia crescente. E, como as empresas não podiam solicitar voos para rotas incluídas no acordo bilateral, não havia margem para uma companhia aérea oferecer um novo voo entre Rio de Janeiro e Buenos Aires, por exemplo.

 

Fonte: MTur

Em Belo Horizonte, Embratur apresenta dados do crescimento do turismo brasileiro

O presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, apresentou as principais conquistas para o turismo em 2019 na 55ª reunião extraordinária do Conselho Nacional de Turismo, que integra a 1ª Semana Nacional do Turismo, realizada em Belo Horizonte (MG), e conta com a presença de representantes do Ministério do Turismo, do trade turístico e de organizações internacionais. O evento acontece até sexta-feira (6) na capital mineira.

 

Na pauta principal da reunião o balanço sobre avanços e próximos passos do setor. Além disso, os participantes acompanharam as ações do turismo nos primeiros 300 dias de governo do presidente Jair Bolsonaro. Para o presidente da Embratur, este é o momento ideal para desenhar os próximos passos para que o “Brasil deixe de ser o país do potencial e passe, de fato, a ser sucesso, especialmente na área do turismo”, disse Gilson.

 

Na sua fala, Gilson Machado Neto destacou as medidas adotadas pelo governo Jair Bolsonaro que já alcançaram ganhos para o setor. A isenção de vistos a países estratégicos – Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão já estão liberados desde junho deste ano, já China e Catar, o presidente Bolsonaro anunciou em outubro – vigente há pouco mais de cinco meses, tem se mostrado um importante acerto do governo brasileiro. Dados preliminares do Ministério do Turismo apontam que a entrada de turistas americanos, canadenses e australianos no Brasil cresceu 25% em outubro deste ano, quando comparado com o mesmo período de 2018.

 

Outro ponto que o presidente Gilson destacou foi a assinatura da Medida Provisória que transforma a Embratur em agência. “O objetivo do governo federal é simples: dobrar, ou até triplicar, a chegada de turistas internacionais no país. Desde 1999, a entrada de estrangeiros no Brasil está estagnada na casa dos 6 milhões. Um número aquém das capacidades turísticas brasileiras. Temos a maior potência de ecoturismo no mundo, boa infraestrutura e um litoral único, com 365 dias de água quente”, defendeu o presidente da Embratur.

 

Ele adiantou que outra meta do é ampliar a arrecadação com turistas estrangeiros. Atualmente, o país capta U$ 5,8 bilhões, número que deve atingir a marca de U$ 19 bilhões. “Se não obstruírem os avanços do turismo, podem ter certeza que vamos atingir esses novos parâmetros”, concluiu Gilson Machado Neto, pedindo apoio de todos os participantes do CNT pela aprovação da MP que está no Congresso Nacional e que tem até 120 dias para ser votada.

 

Além disso, o presidente da Embratur destacou medidas que movimentaram o setor turístico brasileiro, como a permissão de investimento estrangeiro em companhias aéreas nacionais; afundamento de navios e apoio ao mergulho de contemplação; negociações para a instalação de resorts de grandes grupos internacionais; redução de contratos e do custo fixo da Embratur; premiação histórica na WTM Londres, um dos principais eventos de turismo do mundo, onde o estande brasileiro foi consagrado como o melhor para se fazer negócio; as novas ações de promocionais de marketing do Brasil como destino turístico; assinatura de Tratado Internacional com a Organização Internacional do Trabalho no ramo de cruzeiros marítimos, entre outras.

 

O presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, que chefiou o processo de transição da pasta do turismo, ressaltou o entendimento do governo federal da importância do turismo brasileiro. “Estamos falando de um setor que cresce 3% ao ano, acima da média nacional. Para cada US$ 1 investido, cerca de US$ 20 retornam. O turismo é certamente uma força econômica e será essencial para a recuperação econômica brasileira e para a geração de empregos. Turismo é uma pauta nacional, ser contra essas medidas é ser contra o país”, finalizou.

Semana Nacional do Turismo: Wakalua chega ao Brasil para fomentar startups de turismo

Ações de inovação vinculadas ao setor do turismo e a promoção da gastronomia brasileira serão o mote de duas iniciativas inéditas lançadas, ontem (3), pelo Ministério do Turismo. Entre as novidades estão a chegada do Wakalua, que terá no Brasil sua primeira unidade na América do Sul; e a realização do Programa Nacional de Gastronomia, que identificará potencialidades para consolidar o Brasil como um dos principais atrativos turísticos do gênero. O lançamento dos dois projetos marcou a abertura da Semana Nacional do Turismo, em Belo Horizonte (MG).

 

Presente na cerimônia, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, destacou o trabalho realizado pela Pasta para trazer novidades como essas. “Mostramos que o Brasil merece e vive esse novo momento e precisamos realmente que o Wakalua se estabeleça no Brasil. Isso vai ser fundamental para que a gente consiga trazer soluções tecnológicas e de inovação para o Turismo do Brasil e do Mercosul”, afirmou o ministro.

 

Álvaro Antônio destacou ainda a importância de Belo Horizonte para a culinária brasileira. “Estamos lançando também o Programa Nacional de Gastronomia aqui em Belo Horizonte, que foi a cidade reconhecida pela Unesco como Cidade Criativa na gastronomia. Não teria melhor lugar para isso”, finalizou.

 

Durante a abertura, o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, pontou a importância de eventos como esse para o estado e para o país. “É uma satisfação enorme presenciar e participar deste momento para o turismo do Brasil. Isso dinamiza a economia e incentiva as pessoas a viajarem. O Governo Federal está totalmente proativo no que diz respeito ao turismo”, concluiu.

 

A especialista em inovação e transformação digital da OMT, Natalia Baquero, reconheceu a potência do Brasil para o turismo mundial. “Estar no Brasil hoje é como estar na minha casa. Em nome da OMT, digo que hoje é um dia especial. É a primeira vez que se realiza uma Semana Nacional do Turismo, ainda mais em um país tão potente”, elogiou.

 

O primeiro destino a receber algumas das ações do Wakalua, em abril de 2020, será a cidade de Florianópolis (SC). Entre os eventos previstos para a capital catarinense está a realização do Tourism Tech Adventures (TTA). Ainda durante o ano que vem, será realizada uma competição nacional de startups de turismo e a definição da sede do hub do projeto no Brasil.

 

Na abertura, também foi assinado um convênio, junto ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e o Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IEPHA), no valor de R$ 3,7 milhões para a restauração do barco Benjamim Guimarães. Um dos principais atrativos turísticos da região Norte de Minas, a embarcação é um vapor construído em 1913, nos Estados Unidos, que navegou pelo rio Mississipi e, posteriormente, em rios da Bacia Amazônica.

 

Programa nacional de gastronomia

 

Parceria entre o Ministério do Turismo, a Organização Mundial do Turismo (OMT) e o Sebrae, o projeto identificará potencialidades para consolidar o Brasil como um dos principais atrativos turísticos do gênero no mundo. O objetivo é buscar uma transformação no turismo gastronômico do Brasil.

 

De acordo com dados da Demanda Turística Internacional, realizada pelo Ministério do Turismo, a gastronomia brasileira foi aprovada por mais de 95% dos estrangeiros que vieram ao Brasil em 2018. “Não poderia haver um lugar melhor para esse lançamento do que Belo Horizonte, reconhecida este ano, pela Unesco, como cidade criativa no segmento de gastronomia”, comentou o ministro Marcelo Álvaro Antônio.

 

Wakalua Brasil

 

O hub global promove suas ações por meio de colaborações público-privadas em diversas regiões do mundo, envolvendo startups, investidores, corporações, governos, instituições não-governamentais e academia vinculados ao setor do turismo. O Wakalua tem como parceiros fundadores a Globalia, um dos grandes grupos de turismo da Espanha e América Latina, e a Organização Mundial de Turismo (OMT), agência da ONU especializada que promove o turismo responsável, sustentável e universalmente acessível.

 

O Wakalua desenvolve programas realizados para seus parceiros estratégicos em várias vertentes. Sua primeira iniciativa de grande abrangência foi a competição global de startups de turismo, a OMT Tourism Startup Competition, que está atualmente em sua segunda edição. Em sua primeira competição global de startups de turismo, participaram projetos de 133 países.

 

Fonte: MTur

Atração inédita: Canela (RS) terá passarela de vidro suspensa sobre o Vale da Ferradura

Canela (RS) é uma cidade com natureza exuberante, que enche nossos olhos com suas belezas naturais e nos surpreende com os seus vales e montanhas. E foi em um destes locais que um grupo de empresários locou por 50 anos para construir uma atração inédita no mundo. Trata-se do Skyglass Ferradura, o nome do empreendimento dos Moacir, Luiz, Fabrício e Carlinho Bogo e de Sílvio Prim, junto ao Vale da Ferradura.

 

Gerente do atrativo, Fabrício Medeiros; Secretário de Turismo, Ângelo Sanches; Fabrício Bogo; Secretário de Saúde, Vilmar da Silva Santos; Prefeito Constantino Orsolin; Luiz Bogo; secretário de Meio Ambiente, Jackson Müller; Moacir Bogo e Sílvio Prim.
Foto: Rita Souza

 

Os empreendedores estiveram no local no dia 25 de novembro, com o refeito Constantino Orsolin, com o vice-prefeito Gilberto Cezar e os secretários de Turismo, Ângelo Sanches e de Meio Ambiente, Jackson Müller, além de demais secretários e servidores que atuaram na análise do projeto junto à prefeitura. Na ocasião, Moacir Bogo explicou sobre a atração que terá uma passarela suspensa sobre o vale, feita em aço e vidro. Por ela, os pedestres andam 35 metros por cima do vale, num visual de tirar o fôlego e de complementar a sensação de liberdade que a própria estrutura da obra proporcionará.

 

O investimento também contará com um sistema suspenso com oito cadeiras, onde os visitantes terão uma sensação única passeando sobre o vale. O novo empreendimento, administrado por Fabrício Medeiros, deve ser inaugurado em setembro de 2020.

 

Empreendimento terá passarela suspensa no Vale da Ferradura.
Foto: Embratur

 

O prefeito Constantino Orsolin destacou que Canela, com sua característica rica em meio ambiente, tem atraído investimentos que geram emprego e renda. Orsolin também falou sobre os investimentos da pavimentação asfáltica e rede de iluminação pública na estrada Caracol/Ferradura.

 

Prefeito Constantino Orsolin e Moacir Bogo falando sobre o empreendimento
Fonte: Prefeitura de Canela
Foto: Rita Souza

Alagoas abre a alta temporada de cruzeiros; Maceió recebeu MSC Musica, do Panamá

Na terça-feira (26), às 8h, foi aberta a alta temporada de cruzeiros em Maceió. O primeiro navio que chegou ao Porto, no Bairro do Jaraguá, foi o MSC Musica, vindo do Panamá, com mais de três mil pessoas entre viajantes e tripulantes. O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito, esteve presente na primeira parada na capital alagoana.

 

Com o segmento de cruzeiros em expansão em todo o país, Maceió teve um crescimento de 30% com relação ao número de cruzeiros que chegarão a capital no período entre novembro de 2019 e abril de 2020. O número representa o triplo da média nacional, trazendo mais de 33 mil turistas de todo o mundo para o Porto de Maceió.

 

Para o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito, os cruzeiros reforçarão a próxima alta temporada de verão e são fruto de um esforço do Governo de Alagoas para fomentar o setor no estado.