PARQUE ZOOLÓGICO DE SÃO PAULO / SP

Em uma área de 824 mil m² , o Parque Zoológico de São Paulo é considerado um dos dez melhores do mundo, especialmente pela diversidade de animais que abriga. É um dos poucos do mundo a ter uma coleção completa de felinos e símios. Possui raridades e animais em extinção, como o mico leão dourado e o tamanduá bandeira. O Parque Zoológico ainda tem biblioteca, lojas, lanchonetes, restaurantes, creche e estacionamento. Desde sua abertura, em 1958, o Zoológico de São Paulo já recebeu mais de 85 milhões de visitantes.

 

FONTE: GOVERNO SP

IGREJINHA DA PAMPULHA / BH / MG

Em 1945, a Capela São Francisco de Assis, mais conhecida como Igrejinha da Pampulha, estava praticamente concluída, porém não obteve a autorização da Cúria Metropolitana para ser consagrada e funcionar como um templo religioso. Somente em 1959, a igreja foi consagrada como um templo religioso por D. João de Rezende Costa. Projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer, foi considerada uma grande inovação arquitetônica. Seu interior abriga a Via-Sacra, composta por quatorze painéis de Cândido Portinari. Os jardins são assinados por Burle Marx e os baixos-relevos em bronze foram esculpidos por Alfredo Ceschiatti. Além de ser uma das imagens mais representativas da religiosidade do povo mineiro, a Igrejinha da Pampulha é também um dos mais conhecidos “cartões postais” de Belo Horizonte, uma obra-prima do Conjunto Arquitetônico da Pampulha, que recentemente recebeu o título de Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO.

FONTE: GOVERNO MG

AGUDOS / SP

Agudos / SP

O município fica a 330 km da capital e está localizado na Serra dos Agudos, o que originou seu nome. A cidade de clima serrano encanta com suas paisagens naturais que inclui mata preservada, rios, cachoeiras e suas extensas fazendas que apresentam aos visitantes um pouco do que significa a vida no campo, com rica gastronomia caipira. Fundada em 1898 e emancipada em 1901, destaca-se pelo turismo histórico-cultural através de museus, igrejas e antigas construções. Toda esta tranquilidade é somada à reconhecida hospitalidade local.

 

FONTE: GOVERNO SP

PRAIA DE PONTA NEGRA / RN

Ponta Negra

Distante 14 km do centro de Natal, Ponta Negra, é considerada uma das mais belas praias do Nordeste brasileiro. Sua denominação provem das pedras escuras que a circundam. A praia de Ponta Negra tem cerca de 4 km de extensão.  No extremo sul fica o Morro do Careca, o ponto turí­stico mais famoso de Natal. No bairro de Ponta negra estão  localizados vários bares, restaurantes, hotéis, boates, pequenas galerias de shopping, etc.

 

FONTE: GOVERNO RN

ÁGUAS DE SÃO PEDRO / SP

Águas de São Pedro / SP

A estância hidromineral fica a 187 km da capital e integra o Circuito da Serra de Itaqueri. A cidade é voltada exclusivamente ao turismo, lazer e aos tratamentos terapêuticos, o que lhe confere alto nível de qualidade de vida. O destaque fica para suas nascentes naturais com águas de altíssimo poder terapêutico, à disposição de todos em diversos locais, como em seus majestosos hotéis e o Balneário Municipal, que oferece total infraestrutura para banhos medicinais, massagens ou apenas o frescor das águas que o abastecem. A cidade é modelo em gastronomia e hotelaria e possui muito verde, espalhado em amplas áreas livres e belíssimos parques. O menor município do Brasil em extensão territorial, não possui indústria nem zona rural, fatores que contribuem para a pureza de seus mananciais. Abriga muitas lojas, charmosos points com elegantes restaurantes e bistrôs, grandes eventos e toda a hospitalidade para acolher turistas de todas as partes do mundo.

FONTE: GOVERNO SP

SERRA DO PAPAGAIO / MG

Parque Estadual da Serra do Papagaio

Com altitudes que variam entre 1200m e 2360m, o Parque possui áreas remanescentes de mata atlântica e campos de altitude, estando inserida na zona núcleo da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica. A Serra do Papagaio, por estar situada no corredor sul da Mata Atlântica e por apresentar remanescentes florestais com alto grau de conectividade, representa uma importante matriz de espécies raras e endêmicas, sendo que muitos dos seus ecossistemas servem de abrigo para animais ameaçados de extinção como o papagaio-de-peito-roxo, o urubu-rei, a onça pintada, o mono carvoeiro e o macaco sauá. Por suas características de geomorfologia, riqueza e diversidade biológica, a Serra do Papagaio abriga as principais fontes de água que alimentam as bacias hidrográficas dos rios Aiuruoca e Verde, contribuintes da bacia do Rio Grande. A região, formada pelas bacias hidrográficas dos rios Aiuruoca e Verde, caracteriza-se pela economia predominantemente rural tradicional, pouco diversificada e baseada na agropecuária, com padrões de renda e produtividade relativamente baixos. A beleza e tranqüilidade da região da Serra do Papagaio atraíram, nos últimos vinte anos, pessoas de origem predominantemente urbana que vieram viver ou instalar sítios de lazer. Embora exista uma mentalidade conservacionista, a subdivisão das fazendas em sítios e a construção de novas residências e meios de hospedagem sem planejamento vêm causando o adensamento populacional e construtivo, gerando um novo tipo de pressão sobre os ecossistemas locais e modificando a paisagem da região. O Parque Estadual da Serra do Papagaio abriga um importante remanescente de Mata Atlântica do Estado. Localizado na Serra da Mantiqueira, possui formações mistas de campos, matas e áreas de enclave com matas de araucária. Na unidade de conservação, concentram-se as nascentes dos principais rios formadores da bacia do Rio Grande, responsável pelo abastecimento de grandes centros urbanos do sul de Minas. Engloba importantes conjuntos montanhosos das Serras do Garrafão e do Papagaio, apresentando cerca de 50% da área com declividade acentuada e altitudes acima de 1.800 m. As encostas mais elevadas localizam-se no sul (Morro da Mitra do Bispo com 2149m) e ao sudoeste (Pico do Bandeira com 2357m na Serra do Papagaio). Situa-se numa área de rochas ígneas ácidas, representadas por granitos de granulação fina e grosseira. Interliga-se, geograficamente, com a porção norte do Parque Nacional do Itatiaia, permitindo uma proteção mais efetiva da flora e da fauna, por compor um conjunto montanhoso contínuo, legalmente preservado. O Parque é uma importante reserva de diversas espécies de mamíferos, aves e anfíbios, convivendo e se reproduzindo graças á riqueza de ambientes e abrigos existentes. Destacam-se o mono carvoeiro, o lobo-guará, o papagaio do peito roxo e a onça parda.

FONTE: GOVERNO MINAS GERAIS

TOUROS – RN

Touros é uma cidade privilegiada em sua localização, pois é o ponto de encontro entre o litorais norte e leste do Brasil. As praias de Carnaubinha, das Garças, Perobas e Cajueiro exibem o potencial natural de Touros. Não se deve deixar de apreciar, o Farol de Touros, localizado na Ponta do Calcanhar, o maior da América Latina, e o monumento desenhado por Oscar Niemeyer, chamado o Marco Zero da BR-101. O carnaval animado atrai milhares de visitantes nos meses de fevereiro, e a vida pacata da cidade é um convite ao descanso, sendo o lugar ideal para quem procura tranquilidade e contato com a natureza.

 

FONTE: SECRETARIA TURISMO RN

CANELA/RS

Canela é mais uma das incríveis cidades da Serra Gaúcha que valem a visita. Entre as opções de ecoturismo, visite o Parque Estadual do Caracol, uma das paisagens mais conhecidas do Rio Grande do Sul. Nele há uma bela cascata de 131m de altura, além de mirante, restaurantes, lojas e área de lazer. No parque ainda é possível passear no trem da Estação Sonho Vivo, embarcar no teleférico que leva a um mirante de frente para a cascata e para o vale, e ainda fazer esportes radicais como trekking, mountain bike, canyoning e tirolesa. A 6 km do Caracol está o Parque da Ferradura, ideal para quem busca conexão com a natureza, pois oferece diversas opções de trilhas. Além deste, os parques Laje de Pedra, das Sequoias, do Sesi, das Corredeiras e a Floresta Nacional do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) são mais algumas das tantas opções de contato com a natureza no belíssimo cenário natural de Canela. Na cidade, não deixe de visitar atrações como o Mundo a Vapor, que já vai impressionando pelo vagão de trem posicionado quase verticalmente na fachada. Visite também a Casa do Artesão, onde você pode adquirir belos trabalhos manuais, e a Catedral de Pedra, impressionante igreja em estilo gótico. Perto dela está o famoso Alpen Park, parque de diversões em que é possível andar de tirolesa e trenó, além de fazer rapel, arvorismo e outras atividades.

 

FONTE: MTUR